Acerca de Nós

A minha foto
Porto, Gondomar, Portugal
Duas faces voltadas para um rosto risonho e pequenino. O Sol do nosso dia a dia e a Lua dos nossos sonhos pela Noite.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Seg. Social pressiona grávidas a abortar. Alguem pode conceber isto?

A noticia parte do Semanario Sol aqui .
Por incrivel que possa parecer, começo a acreditar que os tempos modernos não valorizam a vida.
Desde o fecho das maternidades e as parcas ajudas ao incentivo á natalidade. Que tudo me leva a crer que estamos mesmo numa sociedade egoista, onde valorizamos o nosso ego, em detrimento do valor e vida humana. Seja ela uma criança ou um idoso.
Neste caso o mais frustante é ver que o facto de a lei do aborto já ter ficado para tráz. As incisões e as varias possibilidades que ela agora acarreta são enormes e contraditorias paraa vida.
Eis como temos mais um metodo anticoncecional a ser usado pelos proprios mentores, que devriam ser o garante da estabilidade e condição da vida humana.

Onde anda o humanismo nestes casos?
Estamos perante uma classe de profissionais que em vez de elevar a Vida ao sentido que ela deveria ter, na sublime e misteriosa ação que é trazer uma criança ao mundo?
Será que não somso tão, tão egoistas que conseguimos enveredar pelo facilitismo de matar uma criança em gestação, sóporque não queremos sacrificar um pouco?

E não me venham os falso arautos da verdade dizer que as condições atuais do nosso Pais, não dá segurança a uma Mãe ou pai, para dar ao seu filho as inimas condições para viver.
Porque outrora uma vida era considerada uma alegria inimaginável. E todas as barreiras eram ultrapassadas perante aquele ser pequenino, que embora não tendo pedido para vir a este mundo. Tem o direito de permanecer nele. E se quem o gerou o quer criar e vê-lo crescer. Não são estes falsos moralistas e profissionais que apelam a que se matem essa mesam criança.
Temos de acordar e chamar as coisas pelos nomes.
E ver que a lei do aborto abriu em muitas mentes a possibilidade de levianamente decidir o direito á vida a um ser indefeso.

Repugna-me ver paar onde vai um Portugal destes.
Chamar a uma sociedade que em vez de preservar a vida, enverada por matar em nome do proprio bem estar e egoismo. Só pode ser sinónimo de podridão de pensamentos. Deveriamos encarar estas situações e até as familias numerosas, ajudando com incentivos e melhorias de vida quem so quer criar neste mundo.
Incentivar com ajudas monetarias e condições de vida quemj quer gerar um filho.
Incentivar á natalidade favorecendo as fertelizações e tratamentos.
Incentivar para que filhos com dificiencias sejam tratados pelo estado e por nós, não como um estorvo e sim como uma mais valia.

Mas isso é o que eu penso.
Não como  profissionais que tentam fazer com que gravidas abortem por puro egoismo e egocentrismo.
Onde anda a ética? Onde estão os valores da VIDA?

Cada vez mais somos retrogrados numa sociedade que e diz evoluida

Rosalino

PS Comentem e deixem opinião. Porque todos somos obrigados e chamados a sermos defensores da propria VIDA.
Deixo aqui mais um pouco da noticia, desenvolvida no site da TVI24.iol
Para que possam  tirar mais conclusões perante opiniões
PS esculpem o testamento e os erros. Mas é o que veio no momento. E não quero nem alterar uma virgula. Pois foi o que senti no momento, com um sentimento de impotência no caminho que levamos.

Sem comentários:

Enviar um comentário