Acerca de Nós

A minha foto
Porto, Gondomar, Portugal
Duas faces voltadas para um rosto risonho e pequenino. O Sol do nosso dia a dia e a Lua dos nossos sonhos pela Noite.

sábado, 13 de julho de 2013

Pais unidos pela mesma ansiedade e sofrimento

Tiago, Luís, Ângelo, Diana, Miguel foram 5 dos 9 nomes que ontem se juntaram na mesma salinha e que fizeram com que Pais se juntaram na mesma anisa e sofrimento.

Eram 13 Horas quando todos foram chamados para se juntarem no mesmo local e em todos os Pais era bem visivel aquele nervosismo e inquietude própria de Pais que vão deixar seus filhos nas mãos de quem lhes controla por momentos a Vida.

Mais de 7 horas em que sem nos conhecermos, fomos trocando palavras de animo coragem e força.
Pois a cada Pai e Mâe a caminhada era a mesma e a inquietude também

Hoje espero que todos os corações que ontem estava apertadinhos, estejam mais tranquilos e que a recuperação esteja a decorrer pelo melhor.
Porque seja uma grande intervenção ou pequena a Alma e o coração de Pai e Mãe não sossegam nem é minimiza o aperto.
Antes pelo contrario...

Meu filho espero que as dorzinhas acalmem e que tudo volte ao normal o mais rápido possível
Este desejo é para todos os Tiagos, Luises,.Angelos, Dianas e Migueis, daquela salinha e de outras salinhas.
Pais incluídos

Rosalino


quarta-feira, 10 de julho de 2013

Coração apertadinho


                                           ( Imagem da Internet)

Os dias vão passando e com essa passagem se aproxima velozmente a data.
E com a data o aperto.
E no aperto está um coração que anseia que a data chegue o mais rápido possível para que no final possa sentir que tudo correu bem.
Oro todos os dias e em todos os momentos do dia esse aperto é constante e inquietante.
Mas a espera é desesperante.
Mas a chegada do momento é esgotante.

Dois pontos no espaço de tempo que se podem querer rápidos ou vagarosos, dependendo da posição em que estamos.
Meu filho. Esperamos que rapidamente este aperto rapidamente desapareça.
 Não por nós.
 Mas porque será sinal que tudo está ultrapassado.

Rosalino


terça-feira, 2 de julho de 2013

Apelo. Partilhado

Como a Maria diz no seu blogue. Somos muitas vezes inundados nas redes sociais diariamente por caso de apelos para os quais até duvidamos possam ser verdade.
Este caso e pela maneira como a Maria relata, é efetivamente um daqueles casos para os quais devemos prstar e estar atentos , quer na sua divulgação quer se possivel estar prontos a ser um interveniente direto.
 Assim deixo aqui o apelo que ela faz no seu blogue Anjo, Estrelinhas e Maria.

Leiam tudo AQUI e claro , partilhem

Desejo à Vitoria um vitoria contra esta adversidade.


Rosalino

terça-feira, 11 de junho de 2013

Carmen. Sorri, sorri muito... e lá onde estiveres, recordarei sempre a tua bonita gargalhada

Hoje vi-te em silencio e assim partiste em... silencio.
Rapariga que em tempos de campismo não parava um segundo. Eras a caçula.
 No meio de tantos momentos de alegria e de brincadeiras, tinhas sempre um sorriso e uma gargalhada.
Já pequena eras dona do teu nariz e muitas vezes quando as coisas não estavam a teu jeito passavas a reclamar. Mas eras tu no teu modo "barulhento" de ser e de mostrar quem era a Cármen
O acampamento sem a Cármen Baltazar era mais silencioso.
Ou aliás... silencioso demais.
Extravasavas essa tua maneira de ser dentro do JUP e eras sempre uma amiga entre amigas/os, sonoramente alegre. Que o digam aqueles que privaram contigo e puderam sentir essa tua alegria.

Hoje vi-te e silenciosamente procurei lembrar-me das tuas sonoras gargalhadas e quando nesses tempos em ti pensava, vieram-me em pensamento os concertos, as exposições, os ensaios.
E o pensamento era sempre só um, a tua simpatia e gargalhada de amiga.
Fomo-nos desviando e afastando, cada um foi trilhando o seu caminho, uns mais alegres e vivendo intensamente.
Outros mais calculistas e vivendo diariamente.

Entre amigos, falávamos dessa tua maneira de estar e de como ela era sinal de que a tua presença era bem sentida. Há sempre alguém que dentro de um grupos de amigos/as se destaca pela alegria que em certos momentos contagiava.
Eras uma delas

Hoje custou ver-te partir em silencio. Pois esse silencio a que a vida te lançou, não condiz contigo.
Mas sabes Cármen.
Lá onde estiveres sei que não será assim tão silencioso como hoje foi a tua despedida.

Dizem que silencio muitas vezes é ouro. Não para ti.
Pois sempre que me lembrar da Cármen Baltazar será com um sonora gargalhada para se ouvir e um sorriso bonito para não ser nunca esquecido

Paz á tua alma. Mas uma Paz bem audível por favor.
Bjs

Lino




segunda-feira, 27 de maio de 2013

Aumento de mil crianças em risco num ano

Este titulo e o estudo é retirado do TVI24
Em tempo de crise e com as dificuldades a aumentarem, não deveriam os nossos deputado se entrarem mais no que é realmente premente em relação ás crianças?
 Ou o ego de sermos o vanguardistas para discutirmos e aprovarmos leis para o campo da co-adopção?
Até porque esta aprovação da co.adopção não é mais do que um caminho escuro, para no futuro se falar na adopção por casais homossexuais?
Quem disser o contrario não está minimamente a ser sério. Porque na assembleia uma parte dos nossos deputados gostam de tapar os olhos ao povo, indo por vias travessas  trilhando o caminho obscuro da aprovação de certas leis, para obterem no futuro aquilo que realmente batalham as escondidas já a muito tempo.
 Espero que o povo esteja de olhos bem abertos para estes pseudo vanguardistas que discutem assuntos, como se o interesse primordial fossem as crianças...

Se assim é que tratem primeiro dos problemas que vão cada vez mais agravando o dia a dia da vivência das crianças em si.
Deixem-se de subterfúgios para aprovarem leis que são no interesse do próprio egoísmo, relevando para segundo plano os problemas que vivem essas mesmas crianças.

Deveriam fazer chegar aos nossos deputados este estudo feito e pedir que sejam mais úteis no tempo e nos assuntos que deveriam discutir. Para que os verdadeiros problemas actuais e que assolam a nossa juventude e as nossas crianças pudessem ser tratados e discutidos convenientemente.

Normalmente os nossos deputados começam sempre as casas pelo telhado. Ou então para chamarmos os "bois" pelos nomes, metem a carroça a frente dos bois.

Temos os deputados mais vanguardistas da Europa a discutirem assuntos que para eles são de o que mais dificulta a própria existência da criança, como a adopção ou co-adopção.
Mas enfrentarem os verdadeiros problemas e das dificuldades dos processos de adopção ou até mesmo o dia a dia das dificuldades que todas essas ciranças e as outras enfrentam....não.

É que dá mais nas vistas tratarem assuntos polémicos que fazem sair para o povo a ideia de serem so arautos do vanguardismo. Do que assumirem que os problemas mais prementes actualmente são outras para TODAS as crianças.

E por isso que cada vez mais estamos mais mal representados por esta classe politica.
 Este estudo relevado aqui no TVI24 , como já referi,  ajudaria muitos deles a meterem a mão na consciência e a discutirem o que é mais premente para essas crianças.

Rosalino

sábado, 25 de maio de 2013

Não adoptamos. Somos e fomos adoptados

Porque a cada criança um colo. Um mimo, um carinho. O Mundo não é das Crianças? Não existe amar porque é nosso. Existe sim amar incondicionavelmente na entrega que fazemos. 
Obrigado por  pertenceres à nossa família.
 
 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

O Conto do Escravo


video


A cada dia que passa cada vez mais  vamos-nos sentindo escravos do presente e do tempo em que vivemos. E a pergunta que se impõe é:
Em qual dos 9 estados de escravatura nos encontramos atualmente?

Apôs 30 anos de trabalho que não representam, nem acrescentam nada a esta sociedade.
A única mais valia desses anos foram os impostos que lá entraram e que agora de nada servem. Incrivel como as pessoas conseguem aproveitar-se da situação instável do Pais para usurparem as pessoas nos seus mais elementares direitos.
Não procuro emprego. Procuro trabalho que seja remunerado. Mas... não procuro escravatura.

Rosalino

terça-feira, 26 de março de 2013

terça-feira, 19 de março de 2013

PAI. Partilha Amor e Intensidade



 Pai

Terás sempre um lugar especial no fundo do meu coração.
E a cada ano que passa, mais me sentirei contente, grato e orgulhoso apenas por te ter chamado de Pai.
Obrigado, pai...Porque hoje posso ouvir e cuidar, dar e partilhar com o meu filho os teus ensinamentos
Mas o mais importante será que a tua lembrança marcará para sempre a minha vida, seja ela longa ou não. Estejas onde estiveres, espero que veles por mim e por aqueles que amo imenso. E só a tua falta que é sentida diariamente me faz ficar saudoso, dos teus gestos, carinhos e brincadeiras que tiveste para connosco e para com os teus netos.
 Mas o mais importante será ter a tua capacidade de amar, olhando primeiro para os outros. Ajuda-me a ter essa tua capacidade de entrega e amar. 

Rosalino

segunda-feira, 18 de março de 2013

O vazio da incerteza.


Estas palavras provavelmente vão sair tão confusas quanto o vazio que as incertezas actualmente me assaltam. A necessidade de deixar aqui um grito de revolta é grande, só sendo equiparado às incertezas de um futuro para o qual não se consegue  ver rumo.

Sinto-me parado no tempo, sem conseguir olhar para o futuro. Porque esse nos está a ser roubado, estropiado, vandalizado e destruído. Nunca fez tão sentido aquela expressão que sempre achei meio idiota: " Sinto-me como um tolo no meio da ponte"
Isto porque sempre tracei um rumo e um plano para que não pudesse fugir do caminho que me desse segurança para mim e para os meus.
Mas o vazio que vai assolando o meu dia a dia e o receio pela incerteza do futuro, turba a minha capacidade de conseguir definir seja o que for.
Tudo graças aos arautos das desgraças que nos vão destruindo sonhos e até a capacidade de sonhar. porque já nem isso podemos fazer.
Tal é o estado em que nos fazem  mergulhar, a cada dia que passa, no abismo tenebroso para onde nos apontam.

Esse caminho eu não quero. Esse caminho eu sei onde me leva. Por aí eu sei que não vou e não quero ser arrastado.
Mas que posso eu fazer?
Se me lançam num vazio incerto e esperam que eu consiga desencantar lá forças para lutar contra esse mesmo vazio.
Como gostaria de poder regressar ao tempo onde se poderia trocar batatas por ovos, ovos por farinha e farinha por carne.
Voltar ás coisas simples e embora sem rebuscar luxos, poder viver mais feliz e sem ter de baixar a cabeça sabendo que me querem vazio e inseguro.
Como detesto esses despudorados que com duas palas nos olhos, somente vêm numeros e não pessoas. Percentagens e não futuros. Ratings e não certezas...

Raios. Deixem-me viver e respirar nem que seja um pouco para poder sentir-me vivo e com a certeza de que posso lutar e remar contra está maré de banalização e destruição do sonho humano.
Sou mais um entre aqueles que acreditam e gostam de pensar que este Portugal é muito mais do que duzentos e tais pessoas que ditam leis e se alimentam de um povo que se sente desgovernado

Façam as malas e vão destruir sonhos num local onde não existam pessoas. Onde possam ficar fechados nas vossas mentes tacanhas e cheias de absurdas restrições a liberdade de sonhar e ter u futuro.

E por favor. Não me deixem no VAZIO da INCERTEZA.
Porque eu não sou assim. Mas vocês querem-me obrigar a sê-lo.

Rosalino
PS De tempos a tempo estes desabafos são para mim um escape. Pena é que estejam a ser cada vez mais frequentes. Por isso mesmo desculpem usar este espaço que em nada se identifica com as palavras aqui expressas. Mas a minha incerteza e vazio de hoje, será provavelmente a incerteza do futuro do meu filho amanhã
(Imagem, da Internet)

quinta-feira, 14 de março de 2013

Papa Francisco. Jorge Mario Bergoglio, triplo pioneiro no Vaticano



Nasceu em Buenos Aires, a 17 de dezembro de 1936, descendente de uma família italiana. O pai, Mario, era empregado nos caminhos de ferro e a mãe, Regina Sívori, doméstica. Estudou para técnico químico, mas mudou de rumo em 1958, com 21 anos, optando pelo sacerdócio. Entrou nesse ano para a Companhia de Jesus, como noviço
Foi ordenado padre em dezembro de 1969, nomeado bispo auxiliar de Buenos Aires em 1992, arcebispo da capital argentina em 1997 e cardeal em 2001 A partir de 1986 viajou para a Alemanha, onde completou o doutoramento, antes de regressar à Argentina, onde se tornou diretor espiritual e confessor da Companhia de Jesus
Assumiu no passado posições próximas das classes desfavorecidas, lamentando a sorte das «meninas que deixam as bonecas para entrar em tugúrios da prostituição, por terem sido roubadas, vendidas e traídas». Acerca da homossexualidade, já apelou publicamente ao respeito pelo indivíduo
É um crítico sem reservas do aborto. «Nunca é uma solução», afirmou por diversas vezes, acrescentando: «não se pode limitar o valor supremo da vida nem o direito das crianças por nascer». O combate às drogas (que definiu como «um mercado da morte») e as críticas à classe política, que acusou por diversas vezes de «vaidade e falta de humildade», são outras características do novo Papa. Até há pouco tempo, como mais alto responsável religioso de Buenos Aires fazia questão de utilizar os transportes públicos da capital argentina para contactar com a população e ocasionalmente continuava a ouvir confissões na catedral de Buenos Aires, como um simples sacerdote.

Eis Jorge Mario Bergoglio, triplo pioneiro no Vaticano. Novo Papa Francisco
Primeiro sul-americano, primeiro jesuíta, escolheu também um nome inédito para o seu pontificado

Espero que Deus presente neste humano agora eleito Papa Francisco, lhe dê a capacidade de conseguir trazer aos homens a Fé e a capacidade de se unirem cada vez mais. 
Sempre tendo em primeiro lugar a verdadeira Fé que se cristaliza no ser humano e se transforma em entrega ao proximo através da ajuda e Amor.

Cada Papa tem a sua caminhada na terra, única e muito pessoal. Mas de se fizer durante o seu pontificado, caminhada na terra á semelhança do que fez João Paulo II, será um grande Papa e unirá muito mais a Igreja em torno das doutrinas que nos são pedidas por que Deus. 
Que Deus ilumine os seus caminhos e que a Igreja com a sua orientação chegue cada vez mais perto daqueles que mais precisam. Seja materialmente ou espiritualmente. Porque o alimento são tanto deve ser dado ao corpo como á alma. Ficarei muito feliz. E muitos dos que estiveram ontem naquela praça ou através das TVs, deixaram que as lagrimas de felicidade rolassem pelo rosto tamanha era a alegria e a Fé que depositaram no Papa Francisco. 
Mas a maior alegria de qualquer é esta:

Habemos Papa

Rosalino
(Biografia tirada site IOL. Foto internet)

sexta-feira, 8 de março de 2013

És unica. És mulher.



O dia começa e tu estás lá.
No acordar silencioso sem quebrar a paz do sono.
Mas tu está lá

Com  mimos ternos e pacientes
Desenroscas o filhote do sono profundo
Brincando e despertando
Beijando e acariciando
Estás lá

Enfrentando o dia com força e alegria
Numa missão de Mãe e Mulher
Labutando, lutando e amando
Me mostrando a felicidade de te poder ter

E no fim do dia de trabalho
Despindo o fato de um esforço arduo
Procuras no recolher a casa
Um lar harmonioso.

Nem sempre facil
Nem sempre como merecias
Muitas vezes a Vida não deixa
Que tudo sejam alegrias.
Mas tu estás lá

Até no deserto floririas
Rodeada de toda a aridez e dureza
És unica e mulher
Perfumada de beleza

Sim.
És unica. És Mulher

Rosalino

PS Para ti Minha Rosa
E enviada a todas as mulheres
(Imagem da internet)


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Olá Filipa. Esta oração é para ti



Uma oração, uma luz, e um pensamento.
Uma prece que faço, para que te chegue levada pelo vento.
Ou como uma brisa do mar, que avança pela areia imensa
E nos cerca quando menos a gente pensa.

Uma pequenina luz que alumia, frágil e tremelicante,
Mas que enche a noite, transformando-a em dia.
Neste teu momento de batalha, queremos-te triunfante
Esperando que Deus seja o teu guia  neste instante.

Que Ele pertinho de ti esteja, sendo o teu amparo
Para que regresses sem mais nenhum abalo
Que o Anjo da Guarde vele este teu sono.
Para que despertes dele como se tivesse sido só um sonho.

Rosa, Lino e Tiago

PS: Tens sempre uma pequenina oração junto à cama antes de dormir. Embora muitas das vezes já esteja cheio de soninho lá diz: "O Jesus ajuda a Filipa a ficar boa muito, muito, muito rápido", vale muito mais que uma oração complexa. O Tiago não se esquece nem nós.


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Dia dos Namorados. Porque pequenos gestos são tudo e porque és tudo para mim

Como em cada rosa existe um sem numero de pétalas bonitas e perfumadas. Tambêm os meus dias a teu lado são todos eles bonitos de viver.

Para ti Rosa

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Seg. Social pressiona grávidas a abortar. Alguem pode conceber isto?

A noticia parte do Semanario Sol aqui .
Por incrivel que possa parecer, começo a acreditar que os tempos modernos não valorizam a vida.
Desde o fecho das maternidades e as parcas ajudas ao incentivo á natalidade. Que tudo me leva a crer que estamos mesmo numa sociedade egoista, onde valorizamos o nosso ego, em detrimento do valor e vida humana. Seja ela uma criança ou um idoso.
Neste caso o mais frustante é ver que o facto de a lei do aborto já ter ficado para tráz. As incisões e as varias possibilidades que ela agora acarreta são enormes e contraditorias paraa vida.
Eis como temos mais um metodo anticoncecional a ser usado pelos proprios mentores, que devriam ser o garante da estabilidade e condição da vida humana.

Onde anda o humanismo nestes casos?
Estamos perante uma classe de profissionais que em vez de elevar a Vida ao sentido que ela deveria ter, na sublime e misteriosa ação que é trazer uma criança ao mundo?
Será que não somso tão, tão egoistas que conseguimos enveredar pelo facilitismo de matar uma criança em gestação, sóporque não queremos sacrificar um pouco?

E não me venham os falso arautos da verdade dizer que as condições atuais do nosso Pais, não dá segurança a uma Mãe ou pai, para dar ao seu filho as inimas condições para viver.
Porque outrora uma vida era considerada uma alegria inimaginável. E todas as barreiras eram ultrapassadas perante aquele ser pequenino, que embora não tendo pedido para vir a este mundo. Tem o direito de permanecer nele. E se quem o gerou o quer criar e vê-lo crescer. Não são estes falsos moralistas e profissionais que apelam a que se matem essa mesam criança.
Temos de acordar e chamar as coisas pelos nomes.
E ver que a lei do aborto abriu em muitas mentes a possibilidade de levianamente decidir o direito á vida a um ser indefeso.

Repugna-me ver paar onde vai um Portugal destes.
Chamar a uma sociedade que em vez de preservar a vida, enverada por matar em nome do proprio bem estar e egoismo. Só pode ser sinónimo de podridão de pensamentos. Deveriamos encarar estas situações e até as familias numerosas, ajudando com incentivos e melhorias de vida quem so quer criar neste mundo.
Incentivar com ajudas monetarias e condições de vida quemj quer gerar um filho.
Incentivar á natalidade favorecendo as fertelizações e tratamentos.
Incentivar para que filhos com dificiencias sejam tratados pelo estado e por nós, não como um estorvo e sim como uma mais valia.

Mas isso é o que eu penso.
Não como  profissionais que tentam fazer com que gravidas abortem por puro egoismo e egocentrismo.
Onde anda a ética? Onde estão os valores da VIDA?

Cada vez mais somos retrogrados numa sociedade que e diz evoluida

Rosalino

PS Comentem e deixem opinião. Porque todos somos obrigados e chamados a sermos defensores da propria VIDA.
Deixo aqui mais um pouco da noticia, desenvolvida no site da TVI24.iol
Para que possam  tirar mais conclusões perante opiniões
PS esculpem o testamento e os erros. Mas é o que veio no momento. E não quero nem alterar uma virgula. Pois foi o que senti no momento, com um sentimento de impotência no caminho que levamos.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Centro de saude, hospital e serviçoes de urgencia. Prioridades

Inicio do mês de fevereiro e com ele o culminar da crise que afetou o T.
Dias exaustivos e intensos que se resumem nisto.
Mau serviço no centro de saude e nos nossos hospitais. Não quero acreditar que o nosso estado esteja a pensar em esperar que os doentes morram para que o probelma da saude e segurança social se resolva. Mas que ás coisas chegaram a um ponto quase dsesperante.... chegaram sim.
O T apanhou mais um otitte e lá teve de recorrer ao hoispital para ser tratado. Até aqui nada demais. Uma espera dentro do normal e tratamento a ser efectuado.
Só que a coisa se complica quando o T agrava o seu estado de saude ao nivel do aparelho respiratorio.
Para não recorrermos mais uma vez ao hospital, por varios motivos entre os quais , libertar o hospital de consultas desneseçarias e prevenir doemças  que se geram nas urgencias. Todos sabemos que os riscos de se entrara numa urgencia e sair com uma outra doença é enorme.

Assim resolvemos ontem levar o T a uma consulta que era de urgencia, ao nosso centro de saude. Uma vez que o T tinha agravado a tosse e apesar das nublizações e maiores cuidados, ele não apresentava sintomas de melhorar.

Conclusão: uma consulta de urgencia á qual se dá entrada no posto de saude ás 14:15H e saida praticamente ás 17:00h. Sim verdade. Quase 3 horas. Reclamei por escrito a situação. Não que esteja contra os prodissionais dos posto médico. Mas sim porque com todas as alterações que o estado está a fazer para poupar recursos, fica tambem condenado um serviço de saude minimamente capaz de dar um serviço condigno e rapido aos doentes.
Reclamação feita e pensava eu que tudo ficasse bem. Mas não...
Comsequnecia da estupida espera no posto de saude , o T veio para casa mais angustiado e a piorara. Podia até ser o organismo a começar a libertar a especturação. Mas quando pelas 1:00H  am. O t exausto de tanto puxar para tossir e nada sair, resolvemos não esperar mais. Até porque o T já estava num estado de exaustão e de impaciencia completo.

Lá fomos o mais rapido possivel ao hospital e demos entrada pelas 1:20H.
Diz o enfermeiro da triagemn que a noite até eestava calma. Mas o certo é que depois da triagem o T só foi consultado perto das 3:00 am. Imagino eu se fosse um dia complicado.
Felizmente o T lá sossegou mais um pouco com as mezinhas caseiras e mais nublizações co medicamento.

Mas deu para cosntatar que como me dizia alguem conhecido que enconteri no posto de saude. "Aqui não se trata doenças. Quem  cá vem ainda fica mais doente".
Frase que vamos ouvindo cada vez mais e cada vezes mais é acertada.

Só peço. Por favor pelo menos tratem ao nivel da saude, melhor os nossos filhos. Não assassinem o serviço de saude desse modo tão escabroso.

Rosalino

PS Hoje o T está melhorzinho e mais calmo. Mas muito, muito abatido. Soubemos pela professora que na sala dele, 2 miudos foram ao hospital com princpios de pneumonia e outrso 5 estão em casa engripados. Algum virus bem forte anda no ar. As melhoras a todos.
PS 2 À minha cara metade Rosa. Uma admiração ainda maior pelo esforço detse ultimos dias. Trabalhar nestas condiçõe s perder noites atras de noites, não é nada facil. Ali bem pertinho dele sem desgrudar um bocadinho que seja com ele ao colo.




segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Deus não comete erros

Nós pelo contrario sim.
E nos dias que vão passando isso se torna cada vezmais visiveis. Quer aos nossos olhos quer aos olhos de Deus.
Aí humanidade desumanizada... onde andas tu?
Pelo menos estes gestos tão simples nos fazem sorrir e axreditar em algo que é diferente pela positiva

Saudações cordeais
Rosalino